categoria | Ambientale, Antropologica, Diritti umani, Disastri naturali, Sociali, Vittimologia

REGIS ESTEVEZ-Eco Reserva…i crimini continuano.

Inserito il 10 febbraio 2013 da Maria Rosa DOMINICI

Ancora attacchi ai Terena e ai loro territori da parte dei ladri di territori per il continuo e dissennato sfruttamento della Natura,riporto ciò che l’amico giornalista Regis Estevez pubblica su ECORESERVA…NON POSSIAMO FINGERE CHE NON CI RIGUARDI VISTO CHE ACCADE DALL’ALTRA PARTE DEL MONDO…LE VARIAZIONI CLIMATICHE STANNO GIà COINVOLGENDOCI,QUELLE VIOLENZE VIOLENTANO ANCHE NOI… Ataques ocorreram na manhã de quinta-feira.

As cerca de 250 famílias que reocuparam os 300 hectares de terra na cidade de Dois Irmãos do Buriti, no Mato Grosso do Sul, sofreram ataque de pistoleiros e fazendeiros na manhã de quinta-feira, 7.

Segundo as lideranças indígenas que estão no local, os fazendeiros foram ao local de acampamento dos Terena e dispararam tiros para o alto, com e intenção de que os indígenas deixassem a área da fazenda.

Após terem ocupado a fazenda, as lideranças orientaram a proprietária para que retirasse tudo que quisesse da área que, segundo informações dos indígenas, está abandonada.

A Polícia Federal e agentes da Funai estão no local.

Em 2009, os Terena já haviam tentado retomar a fazenda. Após acamparem por pouco mais de um mês da área, em novembro de 2009, foram violentamente retirados do local por fazendeiros, funcionários e pela Tropa de Choque da Polícia Militar, que, conforme denúncias recolhidas pelo Ministério Público Federal (MPF), atuou sem ordem judicial de reintegração de posse.

A terra, atualmente ocupada pela Fazenda Querência São José, é parte dos mais de 17 mil hectares do território identificado em 2001 pela Funai e declarado pelo Ministério da Justiça em 2010 como terra tradicionalmente ocupada pelos Terena.

Atualmente, cerca de 5 mil Terena vivem em pouco mais de 2 mil hectares de terra, divididos em nove aldeias. As áreas restantes ainda estão na posse de fazendeiros.

com informações da Redação, do MPF-MS e do Cimi.

Artigos Relacionados

18.10.12 – Cruzes marcam protesto indígena em frente ao Congresso Nacional

27.11.12 – Funai divulga nota de esclarecimento sobre desintrusão de terra Marãiwatsédé

27.11.12 – Povos Indígenas do Brasil denunciam à ONU violação de direitos

29.11.12 – Reunião entre governo e líderes indígenas pode trazer solução definitiva para conflitos

01.12.12 – Assembleia dos povos Guarani critica morosidade do governo para demarcar terras indígenas

08.12.12 – Conselho Indigenista Missionário lança manifesto e denunc



FB Comments

comments

Maria Rosa DOMINICI

About

psicologa,psicoterapeuta vittimologa,membro dell'Accademia Teatina delle Scienze,della New York Academy ofSciences,dell'International Ass. of Juvenile and Family Court Magistrates,della Società Italiana di Vittimologia,della W.S.V.,dell'Ass.internazionale di Studi Medico Psico Religiosi.,docente di seminari di sessuologia, criminologia e vittimologia in università Italiane e straniere,esperta per progetti Daphne su tratta di minori e sfruttamento sessuale,creatrice del progetto Psicantropos,autrice di varie pubblicazioni,si occupa di minori e reati ad essi connessi da 40 anni.

Tags | , , , , , ,

Lascia un commento

adolescenti adolescenza Africa Ambiente ansa autostima Avaaz azioni bambini bologna Brasil brasile Brazil Carisma Denuncia Dipendenza diritto dominici entrevista famiglia genitori infanzia Manipolazione maria rosa Maria Rosa Dominici minori montes claros padre pedofilia persone Persuasione Prigionia progetto Rapporti interpersonali relazione Sette siria Soggezione psichica Suggestione syria tempo uomo violenza vita vittime

Lingua:

  • Italiano
  • English
  • Português
  • Deutsch

StatPress

All site visited to:
22 ottobre 2017: _
Visits today: _
Visitor on line: 0
Total Page Views: _

Social